Posts filed under ‘TCC’

Bancas de TCC. Vamos?

Nesta segunda começa a maratona de bancas de TCCs. E bota maratona nisso. Temos exatamente 72 alunos defendendo seus trabalhos. A professora Márcia Alves organizou a festa e já colocou os horários nas paredes da Estácio. Meu conselho? Venha assistir. Temos muita coisa legal esse semestre. Confira os temas das 17 bancas que participo e considere-se convidado. Lembrando que nas bancas dos meus 3 últimos orientandos, na sexta dia 11, teremos a volta do mito, a lenda viva, o professor que virou adjetivo e sinônimo de semiótica: Dr. Fábio Messa!

Segunda 30/11 – Noite
Gabriellle Cavion – Comunicação Social: A luta pela visibilidade no espaço urbano
Bruna da Silva – O jingle como ferramenta de sedução em comerciais televisivos: um estudo do jingle Pipoca com guaraná
Gabriela de Souza – Kidults: o novo fenômeno comportamental que questiona o papel do adulto na sociedade

Terça – 01/12 – Manhã
Ewellyn de Paula – Análise da campanha: Crack, nem pensar – do Grupo RBS
Daniella Netto – Uma análise comparativa dos estereótipos nas campanhas das marcas Lux Luxo e Dove

Quinta – 03/12 – Manhã
Ismael Alberto Schonhorst (Fly) – Sexo no cinema: uma análise fílmica e ideológica
Ricardo Heining Neves – A percepção das agências publicitárias e usuários de jogos eletrônicos sobre os advergames
Fernando do Amaral Galafassi – O uso da internet na campanha política: case Barack Hussein Obama

Sexta – 04/12 – Manhã
Lucas Almeida Zequinão – A presença do cigarro como forma de merchandising: uma análise do cinema noir dos anos 40

Sexta – 04/12 – Noite
Luciano Costa Pinto – Soundbranding
Hellen Vieira – Estudo comparativo de logomarcas do segmento de moda presentes no mercado de luxo: Caso Chanel, Dior e Gucci
Minha orientanda Simone Cherem – Análise da campanha Lady Dior – One Lady, four cities

Terça – 08/12 – Manhã
Manuella Paula – O texto publicitário como instrumento de persuasão: o humor nos anúncios impressos das Havaianas
Bruna Marihá Alves – O uso e a evolução do texto publicitário como elemento de sedução nos anúncios impressos da Volkswagen do Brasil

Sexta – 11/12 – Noite
Thais Aureliano – Anistia Internacional: o uso da publicidade para a defesa dos direitos humanos
Minha orientanda Renata Angélica de Oliveira – Do fato ao ficto: de Pixote, a lei do mais forte para Pixote, a lei do mais fraco
Meu orientando Ed Carlos Truppel – História em Quadrinhos: análise de comunicação do Superman como produto
Meu orientando Ricardo de Mattos Jahn – O Bobo das Trevas e o Cavaleiro da Corte – analisando o Cavaleiro das Trevas

novembro 30, 2009 at 1:23 am 1 comentário

Feriadão de TCC

Meus quatro orientandos – e, por isso, eu também – vão passar o feriado com a cabeça enfiada no TCC. O lado bom é que o que li até agora está ficando muito, muito bom. Simone Cherem foi atrás de Hitchcock e J. D. Salinger para descobrir o que se esconde na nova campanha da Dior para sua famosa bolsa Lady Dior. Sua investigação, mais do que uma monografia, foi um trabalho policial, como muito bem declarou Simone no nosso último encontro. O primeiro filme da campanha você pode conferir aqui no post.

Ed Truppel já esta finalizando sua epopéia sobre a marca Superman. A criação do personagem as ferramentas de marketing utilizadas, as adaptações no produto. Tudo foi registrado pela visão de Raio-X de Ed (ok, não resisti!). Na nossa busca pelo marketing que envolve o primeiro super-herói nos deparamos com uma surpresa incrível: Superman em muitos casos foi precursor do marketing. Aguarde o TCC do Ed pra saber mais. Ricardo Jahn, correndo pelos telhados de Gotham, deu de cara com Nietzsche. E as revelações que fez sobre o filme Dark Knight, Batman e Coringa são de deixar qualquer interno do Asilo Arkham assustado (e orgulhoso). Embaixo do seu famoso bigode, Nietzsche está sorrindo feliz. Assim como fará qualquer fã de HQ. Afinal, Ricardo conseguiu mais uma prova de que quadrinhos não é apenas coisa de criança.
Fechando o Quarteto Fantástico, Renata Oliveira voltou de sua viagem ao Rio de Janeiro com uma entrevista incrível com Jorge Duran. O roteirista de Pixote conversou por mais de duas horas, contribuindo de forma primorosa para o TCC. Se antes o trabalho já estava lindo, agora é leitura obrigatória. E não sou eu quem estou falando isso, como você pode ver na carta que o Duran mandou para Re – e fará parte do TCC.

“Quando Renata Oliveira me escreveu o e-mail, interessada em saber do filme Pixote e meu trabalho como roteirista nele, achei curioso lembrarem da obra, já que gerações mais jovens pouco o conhecem. Mais ainda, o problema da infância abandonada, panorama cotidiano de qualquer rua do país, escassamente abordado pela imprensa, pela TV, ou atendido pelo Estado e o Governo, como um dos mais graves problemas nacionais. Pensei que o filme teria pouco entusiasmo, não despertando interesse em jovens estudantes.

Mandei um texto curto, respondendo perguntas muito precisas de Renata. Disse a ela que nada substituiria uma entrevista pessoal, onde além das informações, mesmo por momentos derivando para outros temas, certamente revelariam algo do sentimento do entrevistado e do entrevistador. Por isso convidei-a para um encontro no Rio de Janeiro. O tempo passou e Renata avisou que viria de Florianópolis. Novamente pensei que isso não chegaria a acontecer.

Na data e hora marcada, ela chegou em minha casa, onde foi realizada a entrevista. Conversamos um bom tempo sobre o filme e sobre o tema do mesmo. Também tocamos na forma em que foi escrito, qual a minha participação no projeto. Impossível evitar comentários meus sobre a atual situação dos “pixotes” nos dia de hoje.

Gostei de ver como Renata tinha se preparado bem para a nossa conversa, conduzindo o diálogo de forma precisa, organizada, inteligente e coerente. Tocando nos temas essenciais de Pixote, me permitindo sair do “filme” para aventurar opiniões sobre a atualidade.

O resumo da experiência foi muito estimulante, me fazendo voltar ao ano que escrevi o roteiro. Esse retorno não foi sem certa dor: como disse a Renata, do filme aos dias de hoje, não vi nenhum governo tentar resolver o problema.

Se ter trabalhado nesse roteiro propiciou um encontro com uma realidade social, humana, dolorosa, indignante, achei que Renata escolheu (e desenvolveu) com extrema sensibilidade o tema do seu trabalho de conclusão de curso. Admirei e me surpreendi com o seu esforço e determinação ao angariar o dinheiro para vir a Rio somente para me entrevistar. Desde então acredito em Renata e na sua competência para desenvolver o que ela se propuser daqui pra frente, seja em publicidade ou cinema.

Espero ter a chance de indicar o trabalho desenvolvido por ela para os colegas e amigos.”

Jorge Duran, roteirista do filme Pixote, a lei do mais fraco.

outubro 31, 2009 at 9:05 pm 6 comentários

Rê no Rio

Minha orientanda @prosacompoesia foi hoje para o Rio de Janeiro. Graças ao apoio da galera da Estácio e da Propague que compraram sua rifa, a moça vai entrevistar o autor do livro Pixote e o roteirista do filme. Até agora o TCC dela está demais! Imagina quando voltar com as entrevistas.
E uma excelente notícia: a lenda viva, Dr. Fábio Messa, estará na banca da Rê e na do @ricardomj. Se você teve a sorte de ter aula com ele e quiser matar a saudade, aparece nas bancas. Para quem não conhece, o Messa é um professor que de tão marcante virou adjetivo de análise semiótica.
PS: Rê, cuidado com traficante, polícia, helicóptero…

outubro 23, 2009 at 6:57 pm 6 comentários

Quase lá

E a saga da Rê para ir entrevistar todo o povo da obra Pixote (filme e livro) continua. Como você ficou sabendo no post anterior, a moça criou uma rifa para ajudar na viagem para o Rio de Janeiro. Os dois primeiros blocos já foram. Agora faltam apenas 20 bilhetes. E eles precisam acabar até sexta-feira. Vamos lá! Entre em contato com a Rê (renattinhaoliveira@yahoo.com.br) ou compre quando ela for na Faculdade essa semana. Vale a pena ajudar um TCC.

outubro 6, 2009 at 1:32 am 2 comentários

Ajude um TCC

Mais uma vez tive uma grande sorte com meus orientandos. Quatro ótimos trabalhos estão nascendo. Ricardo Jahn está analisando o filme Dark Knight e as implicações do bem e do mal na história. Sim, Nietzsche foi a Gotham.
Ed Truppel está identificando todas as ferramentas de marketing que tornaram Superman uma das marcas mais conhecidas na Terra.
Simone Cherem está discutindo a campanha Lady Dior, uma inovadora ação da marca Dior para conversar com seu público.
E Renata Oliveira está comparando o filme Pixote e seu original literário. O legal é que a Rê está em contato com várias pessoas envolvidas nas obras, desde o autor do livro até o autor do roteiro. Todos adoraram seu TCC e estão ajudando. E você também pode ajudar. Dê uma olhadinha no e-mail que a Re mandou, compre a rifa e contribua com um TCC que vai deixar a Faculdade toda orgulhosa.

Oi, amigos! Tudo bem?

Este semestre estou elaborando a minha monografia e nela faço um paralelo entre a obra literária e cinematográfica Pixote, a lei do mais fraco.
No dia 24/10/09 tenho um encontro marcado com o roteirista do filme, Jorge Durán, no Rio de Janeiro. Ele me rê-ceberá para um bate-papo sobre Pixote. Assim poderei explorar melhor a oportunidade desse contato. Ver fotos da produção, ouvir histórias dos bastidores, verificar o que se perdeu (e ganhou) na adaptação da história para o cinema.
Mas para ir até ao Rio preciso de uma ajuda de custo, pois não tenho dinheiro o suficiente para a passagem. Sendo assim, resolvi fazer uma rifa e oferecer aos amigos mais próximos.
Eu poderia estar vendendo pirulito dentro do ônibus da Transol, fazendo colar de arroz na Praça XV, comprando passe em frente ao camelódromo. Ou então, abrir uma franquia daquele rede que comercializa CDs com músicas da Celine Dion e Bryan Adams versão chilena-instrumental.
No entanto, estou pedindo a ajuda dos amigos. Posso contar com vocês?
Em anexo está o flyer de divulgação, contendo mais informações.
A data do sorteio será dia 10/10/2009.
Se cada um comprar um bilhete, conseguirei o necessário para rê-alizar a viagem.
Quem puder e quiser ajudar, mande um e-mail para renattinhaoliveira@yahoo.com.br

Obrigada desde já!
Um beijo!

setembro 30, 2009 at 1:19 am 6 comentários

Tá na mão

capa_criacaoOk, povo. Já estão no Aluno Online as apostilas de Criação Publicitária I, Redação Publicitária II e Produção em TV e Cinema (com layout da galera da Dreamers). Também lá coloquei o Briefing do TI da Segunda Fase – Axe. E aqui você pode baixar o TCC da nossa formada e futura australiana Moema Pereira. Foi outro maravilhoso trabalho que tive a honra de orientar e matou a pau na banca. Leia e descubra tudo sobre o Axe e o case Homem Chocolate.
Ah, nossa aluna Ana Carolina Lessa de Oliveira também mandou um link muito legal com várias dicas do Axe. Acesse.
Ou seja, informação é que não falta para o TI da Segunda Fase. Começou a corrida.

agosto 20, 2009 at 3:45 am 2 comentários

E eles conseguiram

Esse semestre, mais uma vez, tive a felicidade de pegar alunos com vontade, capacidade e temas muito bons para orientar o TCC.
Francisco Jordão comparou o trabalho de Toscani na Benetton com a Ong Adbusters. Francine Rebelo analisou o segmento evangélico em Florianópolis em busca de novas oportunidades de negócios. E Olivia Biagi discutiu as estratégias de marketing usadas pelo Cirque du Soleil para reinventar o circo e virar uma marca desejada.
Chicones encarou Fábio Messa e Robson Vincetin na banca e saiu com um 9,0. Fran apresentou para Paulo Pedroso e Robson Vicentin e levou um 10. E Olivia teve na banca Paulo Pedroso e Márcia Alves e conquistou um 10.
Três ótimos alunos com três ótimos Trabalhos de Conclusão de Curso. Esses TCCs, e muitos outros, você logo poderá ler aqui no blog.
Aguarde.
Parabéns povo.
Adorei aprender com vocês.

junho 25, 2009 at 9:14 pm 4 comentários

Posts antigos


Twitter

Categorias