Posts filed under ‘Política’

Fly me to the moon

A propaganda política é uma coisa maravilhosa. Antes de entrar no assunto, é legal a gente fazer uma pequena pausa para esclarecer uma confusão bem comum. Publicidade e Propaganda, apesar de serem usados como sinônimos no Brasil, não são a mesma coisa.
O termo Propaganda foi criado pela Igreja Católica, no século XVII. Com a meta de converter povos ao catolicismo, o Vaticano criou a Comissão Cardinalícia para a Propagação da Fé (Cardinalitia Comissio de Propaganda e Fide). Desde então, o termo passou a envolver as técnicas e atividades de informação e persuasão usadas para influenciar a opinião, os sentimentos e as atitudes de alguém. Ou seja, Propaganda tem a ver com idéias.
Já a Publicidade, num resumo bem tosco, tem a ver com produtos. Alguns livros de marketing, mal traduzidos, confundiram ainda mais tudo ao classificar publicity (que pra nós seria Relações Públicas) como publicidade.
Mas voltando à Propaganda Política, durante a Guerra Fria, EUA e URSS protagonizaram vários cases maravilhosos para tentar convencer seus “eleitores” que cada lado tinha razão. E a Corrida Espacial é um dos mais legais. Os soviéticos saíram na frente, com o Sputnik (1957), Laika (1957), a primeira sonda espacial na Lua (1959) e Yuri Gagarin (1961). Aí, em 20/07/1969 os americanos, até então com o rabo entre as pernas, numa virada digna de último debate, pousaram na Lua. E Neil Armstrong soltou a famosa:
– É um pequeno passo para um homem, mas um gigantesco passo para a humanidade.
Tudo porque Mr. Kennedy, vendo a água bater nas nádegas, tinha prometido, em 1961 , que até o final da década os EUA colocariam um homem na Lua.
– We choose to go to the moon in this decade and do the other things, not because they are easy but because they are hard, declarou o então presidente.
É por essas e outras (as outras estão espalhadas na internet, livros, documentários e afins) que muita gente desconfia da data que hoje faz aniversário. Tem tudo para ser um golpe de propaganda política. Frases de efeitos (quase slogans), drama (alguns astronautas perderam a vida no processo), filme promocional (a chegada é a maior audiência da história da TV, superada apenas pelo show do Elvis no Hawaii e agora pelo enterro do Michael Jackson – sim, em números proporcionais) e tudo em cima da hora (faltava menos de meio ano para encerrar o prazo do Kennedy).
Da minha parte, não sei se é mentira. É muita gente envolvida no processo. E alguma coisa já teria vazado se fosse mesmo falso. Mas que tem cara (e motivo!) de ação de propaganda, isso tem. Deixo as “provas” da mentira com os conspiradores de plantão. Não vou entrar nessa. Aproveito apenas para, se for mesmo mentira, dar os parabéns para os maiores marketeiros políticos da história. Campanha do Kenney? Campanha do Clinton? Campanha do Obama? Lulinha paz e amor? Que nada! Bom é que o cara que fez o mundo todo acreditar que pousamos na Lua. Há 40 anos.

PS: Recomendo a ótima série da HBO produzida por Tom Hanks. O filme 007 Diamonds Are Forever (1971), que mostra Connery invadindo a filmagem da “chegada à Lua”. E, claro, Apollo 13.

julho 20, 2009 at 7:02 pm 5 comentários

Horário Criativo Eleitoral 2 – A missão

Respondendo aos pedidos, aviso que a turma da noite NÃO me mandou os vídeos. Só por isso eles não estão aqui, ainda. Já o povo do nosblogamos enviou o material que fizeram quando estavam na Quinta Fase. Foi o início da lenda Vá de Vavá. O Sassá Mutema da Estácio. O político mais adorado que feriadão. O homem. O mito.
Confira.

abril 29, 2009 at 10:50 pm 4 comentários

Horário Criativo Eleitoral

Uma boa alma – Leo Zardo – reuniu todos os vídeos dos candidatos a Coordenador de Curso da galera da manhã. Vale lembrar que o trabalho foi criado pela Professora Márcia Alves para a cadeira de Marketing Político da Quinta Fase. E o mais votado foi o Levi.
Divirta-se com o talento do pessoal.

abril 28, 2009 at 4:50 pm 11 comentários

Apurados os votos

Hoje rolou o debate com a turma da manhã. Além de boas peças de campanha, os candidatos mandaram muito bem obrigado. Alguns até se deixaram levar pelo clima e partiram pra briga. Todos estavam muito bem. Mayara muito calma e segura. Bárbara firme nas suas convicções. Ulisses perfeito no tom político. Filipe vestindo o personagem promotor cultural. Mas, na minha opinião isenta, dois se destacaram: Ivo e Gabriela. Ivo conseguiu algumas ótimas tiradas, como usar um e-mail do Senac para bater numa proposta do Ulisses ou falar que, já que trabalha em construtora, sabe que devemos começar pela base. Gabriela, sempre tão quietinha na sala, revelou-se uma gigante: segura, bem articulada e com garra para defender suas propostas. Claro que o melhor momento do evento foi o vitorioso Levi, jogando a disputa pro espaço, aproveitando seus 30 segundos finais para pedir para a Laura voltar a namorar com ele. Não sei se deu certo, mas foi uma cena pra deixar a Julia Roberts e o Hugh Grant com inveja.

abril 15, 2009 at 8:41 pm 14 comentários

E a campanha política da noite decola

Nossa Quinta Fase está em plena campanha política. A brincadeira muito legal criada pela professora mais amada da Estácio, Márcia Alves, simula uma campanha de verdade. Em jogo, o cargo de Coordenador do Curso de PP. A turma da manhã saiu na frente. Vários cartazes já decoram as salas e corredores do curso divulgando seus candidatos. Se me enviarem, coloco aqui no blog. Eis que a Noite acorda e também coloca cartazes pela faculdade. A candidata blogueira, produtora e pintei-meu-cabelo-por-causa-do-papel-no-filme Bruna Pasternak foi além e já deu vida a uma de suas propostas. Confira aqui a ação da moça. O debate com a turma da manhã é nesta quarta, no auditório. O da noite é nesta quinta. Boa sorte, povo.

abril 14, 2009 at 8:24 pm 6 comentários

Sociedade dos Pensadores Vivos 2 – A missão

Nem se eu tivesse planejado. A reação da turma da manhã também foi demais. Muita discussão, propostas e defesa de um Espaço Cultural. Foi engraçado que teve até aluno ofendido. Tudo porque falei que os que diziam que pegariam os filmes na locadora e não precisavam da aula, NUNCA pegariam os filmes sozinhos. Povo, alguém que se ofende com isso já prova que não faz parte da inércia reinante. Exatamente como os que começaram a organizar o abaixo-assinado ou os que comentaram aqui no blog, mandaram e-mail ou falaram comigo no corredor. Vocês, como ótimos representantes da campanha da Apple, pensam diferente. Graças a Jobs!

março 18, 2009 at 3:09 am 10 comentários

O que você faria para ficar famoso?

Começou!

De volta às aulas, entrei 2009 com a galera da Quarta e Quinta Fase manhã. A ex-ATCO, agora chamada de Estudos Complementares, foi nosso primeiro contato.
Para animar o povo, trouxe o filme Live! (Ao vivo) para assistir e discutir. E não é que deu certo? Mesmo com o calor de 30 graus lá fora, o sono e a preguiça, todos reagiram bem à experiência. Na verdade, nos momentos mais tensos do filme, não se ouvia uma respiração na sala. No máximo, risos nervosos.
Após o filme, a discussão rolou sobre até que ponto a mídia pode ir pela audiência, os absurdos que as pessoas cometem para ficar famosas e como todo mundo tem seu preço. Acho que começamos 2009 com o pé direito.
Sexta rola com a turma da noite.

fevereiro 2, 2009 at 7:33 pm 2 comentários

Posts antigos


Twitter

Categorias